Eminem fecha o segundo dia de Music Midtown Festival com participação especial de B.o.B.



Aparentemente todos os amantes da música em Atlanta invadiram o Piedmont Park para o show de Eminem no palco Electric Ballroom.

Mas como alguns fãs foram retirados pela segurança pelo superaquecimento ou excesso de bebidas, dezenas de milhares de outros espectadores vibraram quando as luzes apagaram às 9 da noite em ponto (horário local) e um mini-filme sobre o irmão de Stan e um Eminem desaparecido era exibido nos enormes telões ao redor do palco.

O verdadeiro Marshall Mathers apareceu quando a cortina caiu, com seu blusão cinza e tênis já o impelindo a uma performance implacável.

Conforme ele corria pelo palco - com um aparelho de som antigo gigante como cenário - e descarregava um golpe verbal com "Bad Guy", "Won't Back Down" e "3 a.m.", algumas coisas ficaram claras: ele é um rapper e compositor fenomenal e é um dos poucos no gênero que sabe como dar um show.

Entre seu estilo de entrega como uma metralhadora e a mão direita que estava em constante movimento, Eminem se esgotou no palco.

Ele parou várias vezes para falar com a multidão frenética, primeiramente lembrando que ele não visitava Atlanta há 9 anos, e mais tarde perguntando quantos tinham seu álbum de 2000, The Marshall Mathers LP.

Após o barulho previsível de afirmação do público, ele brincou, "É gente pra caralho que eu corrompi."

Além de seu próprio carisma inato, Eminem teve apoio de uma banda ao vivo e foi acompanhado por Kon Artis pela maior parte de sua performance, dois suplementos que acrescentaram potência extra à apresentação.

Conforme ele passou pela pulsação contínua de "White America" e a arrastada "Mosh", Eminem se prendeu ao seu personagem de homem bravo. Mas ele ainda é o raro rapper que mantém enorme respeito de seus colegas e ao mesmo tempo atrai um público de todas as idades.

Com poucas exceções, Eminem não se aprofundou em seu material de canções de rádio mais familiares até metade de seu set.

"The Way I Am" foi ancorado por uma bateria nervosa e solo de guitarra e as coisas viraram pop/rap com a participação especial de B.o.B. em "Airplanes Pt. II".

"Stan", "My Name Is" e "The Real Slim Shady" apaziguaram os casuais fãs de Eminem, mas o coração do show os transformou em verdadeiros fiéis.



por Melissa Ruggieri - AccessAtlanta.com

Eminem recebe 4 indicações ao EMA 2014


Os indicados à edição 2014 da premiação europeia da MTV, o EMA, foram divulgados nesta terça-feira (16).

A cantora Katy Perry lidera a disputa com sete nomeações, logo aparece Ariana Grande com seis, enquanto a banda 5 Seconds Of Summer e Pharrell Williams concorrem em cinco categorias.

Eminem recebeu quatro indicações e disputa os prêmios de Melhor Canção por "The Monster", Melhor Artista Masculino, Melhor Hip-Hop e Melhor Artista Americano.

Os fãs já podem acessar o site do EMA para votar em seus artistas favoritos em diversas categorias. A votação será encerrada no dia 8 de novembro e a cerimônia acontecerá no dia 9 do mesmo mês, em Glasgow, na Escócia.

fonte: Vagalume

Editora de Eminem processa Partido Nacional da Nova Zelândia por uso indevido de música


Campanha do primeiro-ministro John Keys faz uso da canção "Lose Yourself".

As editoras de música 8 Mile Style e Martin Affiliated estão processando o Partido Nacional da Nova Zelândia por usar a faixa de Eminem, "Lose Yourself", em sua campanha sem a autorização do rapper.

A equipe de Eminem alega que a música-tema de uma das campanhas do partido plagia os riffs de guitarra da canção. As editoras entraram com a ação no Tribunal Superior de Wellington, na cidade do Kansas, nos EUA.

"É muito decepcionante, triste e irônico que o partido político responsável pela defesa dos direitos das produtoras de música na Nova Zelândia deve ter tão pouca consideração pelos direitos autorais", disse Joel Martin, porta-voz das editoras. "Não vamos hesitar em tomar medidas imediatas para proteger a integridade do trabalho de Eminem, principalmente, onde um partido, como este, procurou se associar com Eminem e seu trabalho".

A equipe do rapper ainda acrescentou que "Lose Yourself" foi vencedora de um Grammy e raramente seria autorizada a ser usada em produtos comerciais, e que Eminem nunca permitiria vínculo com nenhuma campanha política.

O Partido Nacional nega que tenha infringido o trabalho do rapper e a faixa que usou na sua campanha veio de uma produção australiana de base empresarial. "O Partido Nacional estará se defendendo dessa ação vigorosamente. Como o caso está perante o tribunal, não vamos mais fazer nenhum comentário público", lê-se no comunicado do partido.

A parte ainda declara que a música em questão foi usada por outras organizações sem nenhuma queixa, no entanto, o partido concordou em não usar a canção novamente.

Confira abaixo o vídeo da campanha do Partido Nacional da Nova Zelândia:

fonte: Vagalume

Mike Shinoda do link park diz que gostaria de trabalhar com Eminem


Em recente entrevista com o Montreality, o membro do Linkin Park, Mike Shinoda, disse que gostaria de trabalhar com Eminem e relembra sua experiência assistindo uma antiga apresentação do rapper.

"Eu quero dizer, a ideia de colaborar com o Eminem é algo em que eu já pensei antes", disse Mike. "O Eminem é ótimo. Eu cresci [na música do] Em. Na verdade, o engraçado é que eu sabia sobre o Eminem desde antes dele sequer ser assinado [numa gravadora]... O Em estava fazendo shows tipo no The Roxy para 300 pessoas em L.A., entrando no palco drogado e tal e só caindo no palco. E ele pegava o microfone e enlouquecia. E as pessoas adoravam. Eu adorei. Ele sempre foi tão bom. Dito isso, eu acho que ele é ótimo. Se a oportunidade surgir, eu definitivamente iria [colaborar com ele] - mesmo se fosse uma coisa onde só fizéssemos a música e ele só fizesse seus vocais, eu estaria nessa. Não tem nada de competitivo nisso para mim. Eu só acho que ele é talentoso e eu toparia fazer alguma coisa."


confira o grande hit de shinoba 



Benzino diz que gostaria de conversar com Eminem

Benzino, antigo co-proprietário da revista The Source, falou sobre suas rixas passadas em recente entrevista com a Vlad TV. Entre as brigas mais notáveis de Benzino estava sua rixa com o rapper de Detroit, Eminem.

Segundo a estrela de "Love & Hip Hop: Atlanta", sua briga com Em foi "fora da proporção" e é uma parte de sua vida que agora ficou para trás. Benzino ainda revelou que adoraria ter uma conversa com Eminem um dia.

"Toda a rixa com Eminem foi fora da proporção", disse Benzino. "Até onde eu sei as pessoas entram nisso o tempo todo, mas a nossa foi simplesmente de proporções exageradas. E tenho certeza que as pessoas conseguem entender o porquê. Mas isso ficou para trás agora. E eu disse a ele, se algum dia eu o ver, eu adoraria entrar numa conversa com ele, com o Marshall. Eu adoraria ter algum tipo de conversa. Não importa o que. O que nós passamos sempre será história. Sempre. Ele é um compositor incrível. Não há dúvida sobre isso."

fonte: HipHopDX

Novo clipe do filme Equalizer com Guts over fear de trilha sonora principal


Eminem entre os rappers favoritos de Denzel Washington

Denzel Washington revelou quem são seus rappers favoritos durante uma recente sessão de perguntas e respostas no reddit.

"Eminem, sim, e eu gosto do Nas e Jay-Z", ele respondeu.

Indo além disso, Washington também revelou o motivo de seu apreço por Eminem e Nas.

"Eminem e Nas são verdadeiros wordsmiths¹", ele escreveu. "Então sim, eu definitivamente sou um fã do Eminem."

O novo single de Eminem com a participação de Sia, "Guts Over Fear", está presente no trailer do novo filme de Denzel Washington, "O Protetor" (The Equalizer). A faixa também fará parte do álbum duploShady XV, que será lançado em 24 de novembro.

"O Protetor" (The Equalizer) estreia nos EUA em 26 de setembro e deve chegar aos cinemas brasileiros em 3 de outubro.

¹ wordsmith: pessoa com capacidade de juntar palavras de forma habilidosa.

fonte: HipHopDX

Metallica, Eminem e Miley Cyrus entram para o Guinness Book


Metallica, One Direction, Miley Cyrus, Eminem, Katy Perry e Shakira bateram recordes e entraram para a nova edição do "Guinness Book of World Records", que será lançada no dia 10 de setembro.

O Metallica é a única banda a fazer shows nos sete continentes da Terra em apenas um ano. A apresentação feita na Antárdida em dezembro do ano passado garantiu a homenagem do livro aos roqueiros.

O rapper Eminem se destacou com o single "Rap God", por ser o hit com maior número de palavras na letra. A canção tem um total de 1.560 palavras ditas em seis minutos e quatro segundos.

O One Direction foi reconhecido por ser o primeiro grupo a lançar três discos consecutivos direto na primeira posição nas paradas de álbuns norte-americanas. Enquanto a cantora Miley Cyrus aparece no livro por ser a artista mais buscada na internet, depois de sua polêmica performance no VMA 2013, na qual fez a dança twerk e pelo clipe de "Wrecking Ball".

A cantora Katy Perry entrou no livro dos recordes por ser a pessoa com mais seguidores no Twitter, (52.463.838). A colombiana Shakira também se destacou nas redes sociais por ser a pessoa com mais de 100 milhões de "curtidas" em sua página no Facebook.

fonte: Vagalume